Twitter,Youtube, Flickr, Facebook

Encontro Multiétnico

Encontro de etnias indígenas para compartilhar ritos e saberes ancestrais.

De 20 a 22 de janeiro
Local: Espaço Cultural Tangará Mirim

O evento promove a interação entre indígenas de diferentes etnias e o público. Haverá vivências que trarão conhecimentos históricos, culturais e sociais sobre os povos indígenas, além do aprendizado da língua, da culinária, de pinturas corporais, da medicina, do artesanato e vivências em música e danças rituais. Debates, oficinas, exposições e exibição de filmes servirão para levantar questões relacionadas à causa indígena.

Um espaço de integração cultural será criado em Imbassaí, a 70 km do aeroporto de Salvador, especialmente para abrigar este encontro, como um braço da Aldeia Multiétnica, realizada há 10 anos na Chapada dos Veadeiros (GO) com o objetivo de fortalecimento dos povos indígenas, criando novas possibilidades para a sua sustentação.

Esta edição do evento na Bahia contará com as seguintes etnias convidadas: Guarani / Mbya (Sta Catarina), Fulni-Ô (Pernambuco), Kayapó / Mebêngôkre (Pará), Dessana (Amazonas), Yawalapiti (Xingu) e Tupinambá (Bahia).

Haverá exposição fotográfica Guarani Kaiowá: Imagens de quando a coragem recusa a humilhação, de Rogério Ferrari.

Programação
**Obs.: As atividades podem sofrer alterações devido a dinâmica indígena, que é naturalmente mais livre e passa por momentos decididos pelas próprias lideranças.

20/01 - Início do Encontro Multiétnico (SEXTA-FEIRA)

6h | Banho de mar e rio. Cantos e danças na praia
Tempo para tomar o café da manhã
10h | Abertura das atividades e apresentação dos participantes
10h30 | Conversa sobre a realidade dos povos indígenas no Brasil. Participação dos convidados Adriano Jerozolimski (coordenador da AFP – Associação Floresta Protegida), Juliano Basso (idealizador da Aldeia Multiétnica) e lideranças indígenas presentes. Moderação da antropóloga Betty Mindlin
12h | Conversa sobre a cultura e os costumes dos povos do Alto Xingu. Almoço tradicional xinguano com peixe e biju na Casa Xinguana
15h | Cosmologia Guarani: conversa sobre a cultura e os costumes dos Guarani Mbya e instruções para o Temazcal
16h30 | Danças e cantos com as etnias indígenas presentes
18h | Temazcal
19h | Encerramento das atividades do primeiro dia

21/01 - Aberto ao público não-inscrito das 14h às 18h (SÁBADO)

6h | Banho de mar e rio
Tempo para tomar o café da manhã
10h | Cosmologia Kayapó: conversa sobre a cultura e os costumes do povo Kayapó (Mebengokré)
12h | Almoço
15h | Aula de canto com o povo Fulni-ô e conversa sobre a importância dos cantos e danças para este povo
16h | Cantos e danças com as etnias indígenas presentes
18h | Temazcal
19h | Encerramento das atividades do dia

22/01 - Encerramento (DOMINGO)

6h | Banho de mar e rio
Tempo para tomar o café da manhã
10h | Conversa com Nádia Tupinambá, lideranças indígenas femininas e Betty Mindlin, autora do livro Moqueca de Maridos
11h | Conversa sobre as perspectivas de superação das demandas indígenas do Brasil com a participação do fotógrafo Rogério Ferrari, que desenvolveu um trabalho com o povo Guarani Kaiowá (Imagens de quando a coragem recusa a humilhação)
12h | Almoço
15h | Oficinas de pintura, miçanga, palha
17h | Início da celebração de encerramento do Encontro Multiétnico com cantos e danças com as etnias indígenas presentes.

Compartilhe:
Confira
Veja como foram os encontros: